5 cruéis assassinos em série que nunca foram capturados e condenados por seus crimes

5 cruéis assassinos em série que nunca foram capturados e condenados por seus crimes

Muito deles perseguiam as suas vítimas protagonizando cruéis caçadores, buscando tirar sangue, dor e gritos de socorro de pessoas inocentes. Não se preocupando com as vidas de suas vitimas, o importante era somente satisfazer a sua personalidade tenebrosa. São matadores em series, e muitos deles estão convivendo diariamente com nós, passando despercebido e certamente nunca irão pagar por seus crimes, esperando uma pequena oportunidade de fazer mais uma vitima.

Além dos mais famosos serial killer que já conhecemos, como o terrível Jack, o Estripador, muitos outros assassinos estão em liberdade e ainda continuam aterrorizando cidades inteiras, buscando diariamente matar o seu desejo insano por sangue e morte. Conheça alguns que nunca foram pegos pela polícia e ainda estão em liberdade:

 

Homem de Pedra

“Stoneman” é extremante temido na Índia, e é considerado como o assassino mais abominável do país. Ele é acusado por aproximadamente 13 mortes na cidade de Calcutá e mais 12 na cidade de Bombaim. Sua primeira vítima foi um morador de rua que foi terrivelmente assassinato com o auxilio de uma rocha, no ano de 1989. Em seis meses, 12 moradores de rua foram vitimas do assassino, todos foram mortos da mesma forma.

Muitas pessoas foram interrogadas sobre os casos, e com o tempo os assassinatos pararam e, com eles, as investigações também foram deixadas de lado.

 

O Estripador de Atlanta

Belle Walker foi encontrada morta a 15 quilômetros de sua residência, com a garganta totalmente cortada e muito ferida. Ela teria sido a primeira de várias vítimas do cruel assassino de Atlanta. As investigações indicam que o estripador assassinou de 15 a 21 mulheres inocentes.

 

O Homem do Machado de Nova Orleans

“Axeman” apelido dado por causa da sua arma na hora de fazer as suas vitímas. Ele gerou grande pânico em Nova Orleans entre os anos de 1918 e 1919. Ele atacava da seguinte forma, batia em algumas casas e atacava quem estivesse lá. O assassino fez questão de enviar uma carta para a imprensa local, alertando que iria atacar novamente no dia 19 de março, porém destacou que não tiraria a vida de quem estivesse ouvindo jazz. Na noite prometida, muitos salões de dança da cidade estavam em festa, todos ao som citado pelo Serial Killer. Nesse dia ninguém foi vitima do assassino, mas depois de um período ele acaba fazendo pelo menos mais 12 vítimas na cidade.

Durante a terceira temporada da serie “American Horror Story”, o assassino foi retratado em alguns episódios.

A Babá Assassina

Conhecido como “Babysitter Killer”, ele foi o grande motivo para que o sudeste de Michigan entrasse em pânico na década de 1970. Aproximadamente quatro crianças foram cruelmente assassinadas pelo temido serial killer. Autoridades reabriram o acaso no ano de 2012, mas infelizmente ninguém foi incriminado.

 

O Assassino do Zodíaco

O próprio assassino confirmou que assassinou aproximadamente 37 pessoas entre os anos de 1960 e 1970. Ele ficou muito conhecido por sempre divulgar seus atos cruéis, enviando inúmeras cartas para os jornais.  A polícia confirma apenas a morte de cinco pessoas, mas ele afirma ter matado um número maior. Suas primeiras vítimas foram David Faraday e Betty Lou Jensen, dois jovens estudantes que estavam indo em um concerto de Natal, o assassino surpreendeu os dois com vários tiros.

E você, conhece mais algum Serial Killer que não citamos? comente:

Veja também: 21 fatos provando que os cachorros são os seres mais preciosos do mundo

 (Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? COLABORE COM O AUTOR)