7 tratamentos médicos que eram usados no passado e que te deixará arrepiado

7 tratamentos médicos que eram usados no passado e que te deixará arrepiado

Se começarmos a comparar os dias atuais com os tempos em que nossos antepassados já viveram, vamos ser extremamente agradecidos com as evoluções que diversas áreas no mundo já sofreram, ainda mais quando o assunto é medicina.

Não é só de tratamentos médicos que as pessoas viviam, elas também cometiam outros tratamentos bizarros em nome da beleza e outros psiquiátricos bem estranhos que já foram realizados pela medicina.

Bem antes de chegarmos à era da medicina computadorizadas e auxiliada por inúmeros aparatos modernos foi preciso caminhar muito para conseguir melhorar no passado.

Separamos para você uma pequena lista de alguns tratamentos médicos que certamente te farão agradecer por viver no século XXI. Confira alguns deles:

Terapia com suor

Esse tratamento resumia-se em promover a exposição do corpo humano ao calor, e assim era possível  promover a interação social através do suor. A sauna era o lugar mais utilizado para o tratamento.

Esse método pertence à cultura da Finlândia, Japão, Rússia e também as tribos indígenas dos Estados Unidos.

Transplante de Fezes

Antigamente, a bacterioterapia fecal era utilizada para resolver problemas inflamatórios do sistema digestivo, como a colite ulcerativa. Para que esse procedimento acontecesse, era preciso que alguém doasse as fezes e realizasse várias lavagens intestinais por aproximadamente cinco dias.

As fezes doadas eram transformadas em líquido e logo depois inseridas pelo ânus do paciente em tratamento. A verdadeira intenção deste método era fazer com que as bactérias presentes nas fezes do doador crescessem no corpo do paciente e curasse as enfermidades. Alguns médicos também inseriam as fezes pelo nariz do paciente.

A lobotomia

A Lobotomia era utilizada no tratamento da depressão na primeira metade do século XX. O método baseava-se em introduzir uma espécie de broca através do olho tentando chegar diretamente ao cérebro para ser retirado algumas partes dele.

Esse método era usado em pacientes que apresentava alguns tipos de doenças mentais e sua intensão era acalmar os ânimos do adoentado.

Curar hemorroidas com um ferro em brasa

Esse método é utilizado desde a era da Idade Média. Um ferro muito quente era usado para queimar a hemorroida em pacientes do sexo masculino.

 Existe um conto bem conhecido sobre um monge que se sentou em uma pedra quente e que milagrosamente foi curado do seu problema de hemorroida.

Sangria

Esse método era muito utilizado para curar e prevenir algumas doenças. O tratamento era feito através da retirada de uma quantidade de sangue do paciente.

De acordo com relatos da literatura médica, esse tratamento é muito prejudicial à saúde dos pacientes. Porém até hoje não deixou de ser utilizada, pois alguns médicos ainda usam a sangria para o tratamento de excesso de hemácias e ferro no sangue.

Cortar a língua ao meio para curar a gagueira – Hemiglossectomia

Johann Friedrich Dieffencach

Técnica iniciada no ano de 1800 pelo cirurgião alemão Johann Friedrich Dieffencach. Johann acreditava que a gagueira era provocada por espasmos na caixa de voz e isso poderia ser revertido através de uma incisão na horizontal da raiz da língua do paciente.

Ele tentou realizar isso em um garoto de apenas 13 anos que tinha gagueira gravíssima. Mas as consequências deste tipo de tratamento é que muitos costumavam sangrar até morrer.

Heroína para a tosse

No finalzinho do século XIX, ainda não existia nenhum tipo de xarope ou comprimidos para o tratamento da tosse, então eles recorriam à heroína em frasco, que era produzido pela empresa Bayer. Naquele tempo a heroína era vendida nas farmácias até para tratamentos em bebês.

A heroína foi desenvolvida para substituir a morfina entre os anos de 1898 e 1910. Ela parou de ser comercializada e produzida em 1913 pela Bayer, pois pesquisas confirmaram que ela era extremamente viciante.

E você, o que achou desses métodos? Deixe a sua opinião nos comentários:

Veja também: Conheça os 7 hábitos assustadores da idade média

(Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? COLABORE COM O AUTOR)