Conheça a história da vovozinha canibal, ela se alimentou de aproximadamente 10 pessoas

Conheça a história da vovozinha canibal, ela se alimentou de aproximadamente 10 pessoas

Olhando assim conseguimos ver somente uma vovozinha de bom coração, mas como já diz o ditado: “Quem vê cara não vê coração”!  É muito difícil acreditar que uma senhorinha se tornou atriz principal de um filme que envolve crimes bárbaros em São Petersburgo.

Ao todo foram aproximadamente 10 pessoas que sofreram torturas imagináveis na mão dessa senhorinha, Tamara Samsonova matou, esquartejou e se alimentou da carne de suas vitimas, e tudo isso só foi descoberto graças às gravações feitas por meio de câmeras de vigilância instalada na rua em que ela morava. No vídeo é possível vê-la carregando partes de um corpo embrulhado em um saco plástico e uma cabeça humana dentro de uma bacia.

Os policiais locais emitiram um alerta geral assim que os restos do corpo da vitima Valentina Ulanova de 69 anos foram encontrados, tudo indicou que a cruel assassina seria a velhinha.

Quando foi interrogada pelos policiais, ela não negou o assassinato e falou que matou e logo depois se alimentou com os restos mortais da vitima. Revistando a casa da senhora, os policiais encontraram um diário no qual ela detalhava todos os seus crimes, contando até como ela comia as suas vitimas. A polícia nomeou o diário de “Pesadelo em Dimitrova Street” e deixou todo o conteúdo em sigilo absoluto.

Trechos do diário que foi nomeado como “Pesadelo em Dimitrova Street”.

Algumas páginas do diário descrevem assassinatos que foram realizados em anos diferentes, como o caso de seu inquilino que ela teria torturado e matado no ano de 2003, os policiais também contam que o suposto desaparecimento do marido da senhora que ocorreu no ano de 2005 pode estar envolvido nos crimes da velhinha.

No diário também é encontrado a confissão do homicídio de outro inquilino de aproximadamente 44 anos, ele morava na sua casa: “Assassinei o Volodia, cortei seu corpo em pequenos pedaços na banheira, com a ajuda de um cutelo e logo depois coloquei partes do corpo dentro de sacos plásticos. Depois fui jogando os sacos por varias zonas de Fruzensky”, relata a senhora em seu diário.

Para ver uma foto de um dos corpos encontrados clique aqui. Avisando que, a imagem pode causar impacto.

Na casa da senhora também foi encontrado vários livros de magia negra, serrotes, facas e também marcas de sangue no banheiro da residência. Ela foi presa em julho de 2015 e condenada a prisão perpétua. Os médicos diagnosticaram a senhora como portadora de esquizofrenia paranoica.

A história macabra da velhinha daria um bom filme de terror, não é mesmo?

Veja também: Conheça as transformações que seu corpo sofre depois de praticar sexo

 (Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? COLABORE COM O AUTOR)