Conheça o curioso caso do Seriall Killer Dennis Rader “BTK Killer”

Conheça o curioso caso do Seriall Killer Dennis Rader “BTK Killer”

Para comemorar o Halloween, vamos fazer uma matéria um tanto horripilante. Se você já assistiu Dexter, sabe que seriall killers aparentam ser pessoas comuns, que nunca te farão mal algum. E isso que mais aterroriza, a capacidade de se disfarçar de pessoa comum para chegar à sua vítima.

Para todo mundo, Dennis Rader era só mais um paizão, que vivia nos Estados Unidos. Ele tinha emprego, uma família, uma casa própria, ia a igreja todos os domingos, até que em 2005 ele foi preso acusado de matar 10 pessoas.

Para todos os que conheciam, Dennis era apenas um americano comum;

BTK Murder Suspect Dennis RaderNascido e criado no Kansas, Estados Unidos, tinha emprego estável, era do conselho da igreja, e um bom homem para a sua família. Mas embaixo do homem perfeito, existia muito sangue, doenças mentais e atrocidades. Ele começou uma matança em 1974 que resultou em 10 vítimas.

O primeiro assassinato foi o que lhe deu o apelido de BTK;

2“BTK” significa “Bind, Torture, Kill”, que quer dizer “Amarrar-Torturar-Matar”. Ele entrou na casa de uma família, e matou as 4 pessoas que estavam na casa, até mesmo uma criança de 11 anos. Um por um, ele os torturava. Depois, enviou uma carta para a polícia e a mídia, dizendo o seu nome “BTK”, pois era assim que gostava de torturar suas vítimas. E o nome pegou.

Conforme ele foi se aperfeiçoando, seus homicídios ficaram mais bizarros;

3Fotografias capturadas após a captura do acusado, mostraram a perversão de suas mortes. Ele torturava as vítimas, e as deixava em posições sadomasoquistas, depois de muito machucá-las. Durante muitos anos aterrorizou a cidade onde morava, nos Estados Unidos.

Por causa da histeria causada, a polícia se intensificou, e a segurança dos ambientes também. Ele então, usou seu conhecimentos em sistemas de segurança para invadir as casas das pessoas durante a noite, sem ser vistos.

O último assassinato foi em 1991;

Dennis Rader, the self-named "Bind, TortEm 2004, as investigações esfriaram. Foi então quando ele achou que estava fora de perigo, e enviou cartas à polícia e a imprensa, perguntando se eles não eram capazes de rastrear as cartas que ele mandava. No dia seguinte uma foto enorme no jornal, e uma resposta da polícia: “Nós não podemos”.

Várias semanas depois, ele enviou um disquete roxo para a polícia, foi aí que ele caiu;

5A polícia encontrou arquivos ocultos de Word, e ai, eles descobriram a localidade da igreja onde Rader servia como membro do conselho. Descobriram ai, que quem tinha assinado o documento, era Dennis.

Rader foi acusado por 10 homicídios, e pegou 10 penas de prisão perpétuas;

BTK Killer Dennis Rader Begins His Life Sentence In PrisonPermanece cerca de 23 horas na solitária, pelos crimes cometidos.

Fonte: creepybasement.com

Confira também: Estas primeiras fotografias são assustadoras e impressionantes ao mesmo tempo