Descubra o porquê donos de gatos são realmente especiais e únicos

Descubra o porquê donos de gatos são realmente especiais e únicos

Donos de gatos e de cachorros carregam uma personalidade bem diferente. Enquanto os que preferem cães são mais sociáveis, os que já optam por ter um gato são quase sempre beneficiados com um ar sedutor e de mistério.

Estudiosos da Universidade Carroll, localizada nos Estados Unidos, revelou que os donos de gatos possuem uma alma livre, ou melhor, não costumam se prender tanto às regras e julgamentos. Também podem ser pessoas com grande sensibilidade, com um feitio de concentração intensa e abertos a viverem novas experiências. Denise Guastello, professora de psicologia e também responsável pelo estudo, explica que, as diferenças de personalidade entre os donos de cães e gatos podem estar vinculadas ao tipo de ambiente que cada um escolhe viver.

Os donos de cães costumam gostar mais de passear, levar seu cão para dar uma voltinha e se entrosar com outras pessoas, já os donos dos felinos, por serem pessoas mais dotadas de grande sensibilidade e introspectivos, preferem ficar em casa, assistindo um bom filme ou lendo um livro.

Se passarmos a analisar melhor, os donos de gatos carregam uma característica extremamente importante: eles sabem como respeitar a forma de agir de seu animal, sem forçar que seu companheiro se expresse do jeito que ele deseja. Não exercem com o seu animal qualquer tipo de relação possessiva e de posse. Não cobram uma atenção eufórica ou desmesurada, tão própria dos cães, para se sentirem amados. Não tem dentro de sua residência um animal que enxerga ele como o único mestre, mas um de natureza livre, que os veem como igual.

Os donos de gatos aprendem, através do convívio com o seu animal, a possibilidade diária de praticar a aceitação, e, portanto, são capazes de enxergar e respeitar as pessoas como elas realmente são. Em geral, são pessoas que apresentam grande facilidade em oferecer o espaço necessário para as pessoas de sua convivência e percebem as coisas através da observação, e não com palavras. Isso também acontece na linguagem felina, já que quase sempre ela se torna silenciosa, pois os gatos costumam observar atentamente antes de chegar ao lugar desejado, sem aviso.

Quem convive com gatos sabem que eles não fingem afeto. Não saber o que é ser obrigado e não se dobram as vontades de seus donos. Para eles, seu dono é seu companheiro pelo qual terá uma grande admiração ou extremo ódio. A admiração de um gato nunca é algo gratuito, ela é sempre conquistada diariamente, e exige que na relação entre dono e gato exista muita confiança e carinho.

Ser dono de um gato é na verdade um jogo de conquista, um jogo de verdades sem conceitos. De sorrisos disfarçados ou de dentes serrados, tudo isso sem exibição. Quem ama os felinos provavelmente não ira gostar de viver em um relacionamento cheio de demonstrações de carinho, não sentirá necessidade de controlar os passos do seu parceiro e jamais vai implorar afeto. Entre gato e dono, também é exatamente assim.

Um gato jamais vai dar amor por interesse ou compaixão, ele só ama seu dono porque enxerga nele uma alma intensa, poderosa e livre, recheada de firmeza e cheia de autoestima, assim como a dele.

Dessa maneira, se torna possível notar que na questão relacionamento, os donos de gatos sempre estarão um passo à frente. Saber respeitar a maneira de amar de cada um é essencial, e garante a saúde emocional de qualquer relação. E isso, envolve outras coisas, é algo muito bem astuto por quem tem um gato ao alcance das mãos. Ser dono de um felino é ter uma personalidade especial e diferenciada.

Logicamente que, os donos de cães também são seres especiais, e logo mais vamos provar o por que. 

Veja também: Saiba qual era a doença do século 19 que impedia as mulheres de andar de bicicleta

 (Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? COLABORE COM O AUTOR)