Homem pegava bebês abortados para sepulta-los, mas o verdadeiro motivo dessa atitude chocou o mundo inteiro

Homem pegava bebês abortados para sepulta-los, mas o verdadeiro motivo dessa atitude chocou o mundo inteiro

O aborto é realmente um assunto muito polêmico. A verdade é que, muitas mulheres recorrem todos os dias a essa prática, por inúmeras razões elas acabam se desfazendo dos filhos que nem se quer teve a chance de nascer. O homem que vamos conhecer não conseguiu ficar indiferente diante dessa situação e resolver fazer algo que emocionou todos que conheceram a sua história.

No ano de 2001, um vietnamita com o nome de Tong Phuoc Phuc levou sua esposa gravida em um hospital faltando apenas alguns dias para que seu filho viesse ao mundo. Enquanto estava lá, ele notou que muitas mulheres gravidas entravam em uma salinha de operações, mas acabavam não saindo dela com seu filho nos braços. Ele ficou curioso com aquela situação: “O que será que está acontecendo?”. Quando enfim descobriu o que realmente estava acontecendo, não conseguiu segurar suas lagrimas…

Elas iam lá para abortar e não para ter seus filhos. Ele ficou muito triste com a descoberta e ficou pensando o quanto a situação era cruel, pois as crianças estavam sendo privadas do direto de viver. Foi então que ele decidiu fazer algo muito diferente e emocionante.

O trabalhador que atuava no ramo de construção civil questionou se ele poderia levar os corpos dos recém-nascidos para sepultar. Juntou todas as suas economias e conseguiu comprar um terreno, transformando o lugar em um cemitério para os fetos.

Tong realiza esse trabalha há 15 anos e, desde que começou já sepultou aproximadamente 10.000 bebês. Mas a real intenção dele não era somente oferecer um enterro digno os bebês abortados…

Mas também, sensibilizar as mulheres que estavam na dúvida entre abortar ou dar a luz. Inúmeras mulheres começaram a procura-lo para pedir conselhos e ajuda. Ele realmente conseguiu honrar a memorias das crianças que não tiveram a chance de nascer e também ajudou futuras vidas!

As mães que apresentava não ter nenhuma condição de cuidar de seus filhos ele acabava adotando as crianças até que elas conseguissem estabilizar a vida e pudesse voltar para buscar seus filhos. Se elas decidissem por não querer a criança, ele mesmo criava e educava.

Tong dá abrigo a aproximadamente 100 crianças e como são muitos nomes para decorar, ele decidiu chamar todas as meninas de coração e os garotos de Honra. Ele educa e cuida de todos como se fossem seus filhos biológicos.

“Vou continuar com esse trabalho até o último dia de minha vida, e espero que todos os meus filhos levem isso adiante quando eu não estiver mais aqui para continuar”.

Realmente esse homem conseguiu nos provar que o verdadeiro pai não é o de sangue, mas sim o que dá amor.

Lindo exemplo, não é mesmo? Deixe a sua opinião sobre essa linda atitude no comentários:  

Veja também: 7 tecnologias da ficção científica que podem estar chegando em nossas casas brevemente

(Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? COLABORE COM O AUTOR)