Novo dispositivo pode diagnosticar doenças apenas por “cheirar” sua respiração

Novo dispositivo pode diagnosticar doenças apenas por “cheirar” sua respiração

1

Um teste de respiração rápida poderia, um dia, ser tudo que você precisa para descobrir se você tem câncer, graças a um novo dispositivo que analisa a assinatura química de gases expirados, e com isso diagnosticar doenças. Criado por uma equipe internacional de pesquisadores, liderada por cientistas do Instituto de Tecnologia de Israel, a tecnologia foi capaz de detectar distúrbios com 86 por cento de precisão.

Publicando suas descobertas na revista American Chemical Society Nano, os autores do estudo explicaram como eles usaram um “Nano-array ” composto por nanotubos de carbono e partículas de ouro para isolar os compostos químicos chamados compostos orgânicos voláteis (VOCs) da respiração de 1.404 pessoas.

Destes, cerca de 800 estavam sofrendo de uma das 17 doenças diferentes detectaveis, enquanto o resto estava saudável. Usando a espectrometria de massa, a equipe conseguiu identificar a assinatura química dessas 17 doenças, cada uma das quais foi caracterizada por concentrações específicas de 13 VOCs particulares.

Os pesquisadores então, treinaram um algoritmo de computador para reconhecer essas assinaturas, criando uma ferramenta de diagnóstico potencialmente revolucionária que usa inteligência artificial para fornecer um método rápido e não invasivo para “cheirar doenças” como câncer de ovário, insuficiência renal, esclerose múltipla e muitas outras.

O co-autor do estudo, Hossam Haick, disse a Smithsonian.com que a tecnologia “funciona da mesma maneira que usaríamos cães para detectar compostos específicos. Nós trazemos algo ao nariz de um cão, e o cão vai transferir essa mistura química para uma assinatura elétrica e fornecê-lo para o cérebro, e depois memorizá-lo em regiões específicas do cérebro.

A única diferença é que o dispositivo usa sensores químicos em vez de um nariz, e um algoritmo em vez de um cérebro.

De acordo com a RT News, a tecnologia poderia estar no mercado em menos de cinco anos, e poderia custar apenas R$ 100 reais.

Fonte: IFLscience.com

Confira também: Barulhos repetitivos costumam lhe incomodar? Saiba que isso pode revelar algo fantástico em sua personalidade