Objetos do Império romano mostram que os gatos são sacanas desde antigamente

Objetos do Império romano mostram que os gatos são sacanas desde antigamente

Por anos os gatos ficaram conhecidos por não se importar com nada, nem mesmo com seus donos, não dando a mínima. Deixando a tinta secar? Melhor tirar o gato do ambiente. Trabalhando no seu TCC da faculdade? É melhor não deixar nenhum copo perto do seu trabalho e de seu gato. Aproveitando a noite em que seus pais ficaram fora de casa para pegar a namorada? Aproveite os pelos do seu felino por toda a sua roupa (e dela também). Comendo aquele maravilhoso lanche, e achou um pelo amarelo do seu gato? É melhor jogar o lanche fora. Perdeu aquele par da sua meia favorita? É melhor você procurar pela casa, pois ela deve ter ido dar uma voltinha.

Realmente, quando se trata de gatos, nós sempre temos histórias de como eles são folgados e sempre fazem coisas inoportunas nas horas erradas. Eles tem a fama de ser incômodos e as vezes egoístas por pensarem somente no próprio umbigo. Mas será que eles sempre foram assim? Bom, estudos e objetos encontrados apontam que eles sempre foram assim.

Aqui está uma antiga telha romana de quase 2 mil anos atrás. Você pode notar que, há uma pata de gato na mesma.

ddd

Esta a baixo, foi encontrada na Inglaterra, e também mostra o lado “vândalo” dos gatos.

gggg “Quando romanos fizeram telhas eles deixaram a argila molhada para secar ao sol”, diz um porta-voz do  City Museum. “Os animais e as pessoas, às vezes, atravessavam as telhas que estavam secando e deixavam as suas pegadas para trás. O gato da telha a cima, escapou entre os ladrilhos molhados e acabou deixando suas patas na cerâmica, provavelmente porque estava aborrecido com os fabricantes.”

Este foi descoberto no estado de Washington, EUA, e deve ter vindo para o Novo Mundo por navio há muito tempo. A data é incerta, mas é definitivamente a partir antes do ano 500 dC

dsdasdas

 

Mesmo este documento, com data de 11 de março de 1445, foi vítima de as palhaçadas de um gato.

yukihjk

 

Conclusão? É que os gatos nunca mudaram. Eles sempre vão ter esse instinto “sacana”. Ou porque não estão nem aí, ou porque não tem a consciência das coisas que estão fazendo. O que importa, é que eles são fofinhos, e sempre foram grandes companheiros da raça humana, trazendo conforto e alegria, sendo até hoje, ao lado dos cachorros, o animal mais domesticado que existe no mundo, existindo em diversas famílias brasileiras e ao redor do planeta.

Confira também: 15 fatos sobre gatos que mostram como eles são criaturas intrigantes