Ouça a música mais triste do mundo, presente em pelo menos 100 suicídios

Ouça a música mais triste do mundo, presente em pelo menos 100 suicídios

Existem músicas que nos deixam mais felizes, assim como músicas que trazem à tona toda a melancolia que sentimos. “Gloomy Sunday” ou “Domingo Sombrio”, é uma música da Hungria que esteve presente em vários suicídios, em todo o mundo. Inclusive, o suicídio do próprio compositor Rezso Seress.

Seress era um compositor que assim como qualquer outro, sonhava em viver de suas músicas. Só que em 1933 sua namorada acabou colocando um ponto final no relacionamento, o que na época o deixou em depressão profunda.

“Gloomy Sunday” é a canção que foi escrita como maneira de expressar o que ele sentia. Seress contou também com a ajuda de amigos artistas, para deixar a canção mais melancólica e depressiva.

Algumas pessoas acreditam que a canção escrita não teria sido para namorada de Seress, mas sim da situação social do mundo que era muito triste, das guerras, batalhas e até mesmo de previsões sobre o fim do mundo. Independente da sua inspiração, a depressão e a tristeza estão por todos os versos.

p01gvq1v
Outra desilusão que contribuiu para tristeza do compositor foi que sua música não atingiu auge que ele esperava quando foi lançada. Somente dois anos depois, Pál Kálmar decidiu regrava-la e fez sucesso. Devido a letra depressiva da canção começaram a acontecer muitos suicídios na Hungria, todos relacionados à música.

Foi então que a canção foi proibida de ser reproduzida. Pessoas se matavam, enquanto a música tocava, ou com os versos da músicas escritos próximo a seus corpos.

A censura começou a aumentar tanto o interesse da população pela música,  que em 1936 fosse traduzida para o inglês e regravada. Billie Holliday em 1941 decidiu levar a canção para EUA. Ele nunca foi impedido de reproduzir a canção, ainda que anos antes devido a letra muito triste a BBC tivesse proibido que a música fosse reproduzida.

Os anos se passaram, porém a música nunca foi esquecida. Devido sua letra completamente depressiva, é sempre lembrada quando acontece algum caso de suicídio que envolvem canções melancólicas e tristes. “Gloomy Sunday” voltou novamente à tona na década de 80, depois que um menino se matou ouvindo “Suicide Solution” de Ozzy Osbourne.

A música de Seress em 1999 foi utilizada em um roteiro do filme alemão “Ein Lied von Liebe und Tod”, algo como “Domingo sombrio – uma música de amor e morte”. Um filme inspirado em um trama de um triângulo amoroso, uma música triste e vários suicídios.

O autor

Mas o que aconteceu com Seress afinal? Durante o ocorrido da Segunda Guerra Mundial o compositor foi preso por nazistas e mandado a um campo de concentração, mas ele consegui fugir e começou a trabalhar com teatro e circo, chegando a ser trapezista.

6809212191171834

 

Continuou a compor mas nenhuma de suas músicas fez sucesso. Depois de se tornar mundialmente conhecido, e passar por vários problemas em sua vida, Seress tentou fazer as pazes com sua ex-namorada da qual havia se separado quando escreveu sua música de maior sucesso.

Foi quando, soube que ela tinha se matado por envenenamento, e com ela estava a letra de sua música. Em 1968 devido a depressão e a tristeza que viveu em sua vida, Seress pulou da janela do prédio onde morava em Budapeste também cometendo suicídio.

E deixa uma mensagem sobre sua música, ele disse: “Essa fama fatal me machuca. Eu chorei todas as tristezas de meu coração nessa música e parece que outras pessoas, com sentimentos como os meus, encontraram sua própria dor”.

 

Ouça a música abaixo, por sua conta em risco:


Gostou desta matéria? então confira um outro mistério: Menino de 5 anos afirma lembrar que era uma mulher que morreu em um incêndio.