Pode o olho humano guardar nossos últimos momentos na terra?

Pode o olho humano guardar nossos últimos momentos na terra?

Na época medieval, era normal ter experimentos estranhos com o corpo humano, bem como as era que se sucederam, pois, a medicina não era tão avançada como a de poucos anos para cá, fazendo com que estranhos experimentos fossem feitos com corpos humanos.

Antes mesmo dos testes de DNA, e de outros avanços na medicina, os pesquisadores se atentavam para outro método, que parecia coisa de filme de ficção científica.  Eles acreditavam que a nossa retina, poderia gravar nossos últimos momentos na terra. Embora não há nenhuma prova de que isso realmente pode acontecer, é interessante analisar como eles pesquisaram, em como isso funcionou durante as investigações e pesquisas.

A ideia começou no século 17, quando um pesquisador notou uma imagem estranha no olho de um sapo morto;

1Ele provavelmente pensou que era a última imagem que o sapo viu antes de morrer. Lógico? Provavelmente não, mas uma possibilidade fantástica de se pensar.

Os investigadores não desistiram da ideia até 200 anos depois, com a invenção da câmera fotográfica;

2Naquela época, um pesquisador alemão, começou a guardar globos oculares, o que fez com que muitos outros pesquisadores também aderissem a pesquisa. Ele acreditava que o olho era mais ou menos como uma câmera, que existia um produto químico na retina que, se trabalhado corretamente, era igual a um negativo de fotos.

Ele afirma ter visto isso, em olhos de coelho. O que fez ele ficar “famoso” e a expandir a pesquisa em globos oculares pelo mundo.

A prática até mesmo fez barulho no mundo do crime, pois após sua divulgação, muitos criminosos que praticaram assassinatos, acabaram por retirar os olhos de suas vítimas para que não descobrissem quem foi que matou o mesmo.

Felizmente isso acabou quando eles perceberam que seria impossível retirar imagens da retina;

3Mesmo com as pesquisas, nenhum assassinato foi descoberto com o uso da tecnica, pois, nunca conseguiram chegar a um resultado satisfatório, ficando esquecida e abandonada depois da invenção da câmera fotográfica.

Parece mesmo que o método nunca teve chances, mesmo se fosse no mundo atual, seria inutilizado, pois na maioria dos casos, todos temos um aparelho celular com uma câmera, que podemos fotografar a qualquer momento, qualquer instante pode ser capturado com um simples aperto de tela ou de botão, e que fica assim, eternizado para sempre -até que você apague a imagem do aparelho na verdade-, armazenado em uma memória artificial produzida pelo homem.

Fonte: creepybasement.com

Confira também:Você provavelmente já teve um desses 10 sonhos, e nós vamos te dizer o significado dele