Tatuadora brasileira cobre cicatrizes de pessoas e as ajuda a superar seus traumas

Tatuadora brasileira cobre cicatrizes de pessoas e as ajuda a superar seus traumas

Muita gente acha que tatuagem é coisa de gente maluca, não? Bom, provavelmente sua vó não deve gostar, as vezes seus pais também. Mas nós sabemos que tatuagem não é um bicho de sete cabeças. Tatuagem é arte no corpo, feita por pessoas que possuem o dom de tatuar na pele do outro, colocando ali “para sempre” uma imagem que a pessoa levará consigo sempre.

Muitas vezes os desenhos são significativos para as pessoas que tatuam, remetendo a uma mensagem que inspire a pessoa, ou algo que remeta a alguma lembrança, mas sempre, é importante para a pessoa que a tatuou. É realmente incrível como os desenhos podem ser criativos, bem como as técnicas de tatuagem, que cada vez mais é aprimorada, deixando os desenhos cada vez mais realísticos e lindos, sendo impossível de não admirar uma bela tatuagem.

Mas apesar de tudo, a sociedade ainda tem alto preconceito com tatuagens, sendo que algumas empresas se recusam a contratar pessoas que possuem tatuagens, excluindo-as do mercado de trabalho, só por ter uma obra de arte em seu corpo. Porém, o que muitos não sabem, é que essas tatuagens, podem ser uma salvadora de algo que a pessoa quer esquecer, que significa muito mais do que um mero desenho.

Para vítimas de violência doméstica -principalmente mulheres- ou mesmo outras violências, as cicatrizes permanecem ali para que elas se lembrem sempre do horror que passaram, ficando expostas por toda a vida para lembrar do horror pelo qual passaram, sendo que essas pessoas não querem ficar lembrando desses eventos horríveis todo dia, e querem esquecê-los.

Depois de ouvir histórias comoventes sobre estes casos, a tatuadora Flávia Carvalho, decidiu fazer o que estava a seu alcance para amenizar este sofrimento.

A tatuadora começou um projeto chamado “A pele da Flor”1A tatuadora fornece tatuagens de graça para aqueles que sofreram violência e ficaram com marcas no corpo

2Ela cobre as cicatrizes com tatuagens lindas, verdadeiras obras de arte com o desenho escolhido pela pessoa que sofreu a violência

3A maioria das mulheres que ela tatua, é grandemente afetada pelas cicatrizes e pelo que elas lembram

4Então, a cicatriz que antes remetia a pessoa à lembranças horríveis, agora é uma obra de arte, além de qualquer mal que a pessoa sofreu

5

Flávia também fornece tatuagens de graça para mulheres que tiveram que retirar a mama

6No total, a artista já fez muitas tatuagens que ajudaram muitas pessoas a superar seus traumas, transformando cicatrizes em obras de arte, e ajudando a quem precisa.

Fonte: Daedra Art & Tatoo

Confira também: Animais doentes e deficientes fazem ensaio para mostrar sua imperfeição tão perfeita